quinta-feira, janeiro 10, 2008

UNMIT – MEDIA MONITORING - Thursday, 10 January 2008

"UNMIT assumes no responsibility for the accuracy of the articles or for the accuracy of their translations. The selection of the articles and their content do not indicate support or endorsement by UNMIT express or implied whatsoever. UNMIT shall not be responsible for any conseque6nce resulting from the publication of, or from the reliance on, such articles and translations."

National Media Reports

TVTL news coverage

President (Pr) Ramos-Horta visits Quelicai and Baguia sub-districts in Baucau goes well: The official visit of President Ramos-Horta to Quelicai and Baguia took place without any major problems.

The people in the sub-districts welcomed the president, who went to the eastern districts to explain his decision to form the new government.

Police keep three women in detention for the sale of drugs: The Interim General Commander of PNTL, Alfonso de Jesus, announced that the three women from Indonesia who were captured at the border as they brought illegal drugs into Timor-Leste are still in detention.
Commander Afonso de Jesus said that the case of the three detained women will be investigated.

Mr. de Jesus said that the investigation will attempt to identify the type of drug that they brought into Timor-Leste.

The drugs will be sent to Australia for analysis.

RTL news coverage

Houses and plants destroyed in Zumalai sub-district, Covalima: Fifteen houses have been destroyed by heavy rainfall and storms in Lepo village, Zumalai, Covalima.
Felix Barros, the chief of the village, said that most of the houses and much of the flora in the village were destroyed by the storm.

Director of HABURAS claims that Timor-Leste’s climate is feeling the effects of climate change.
(headline only)

ISF setting up transmitters on Matebian: The International Security Forces (ISF) have been setting up transmitters on Matebian mountain to facilitate their communication needs in Timor-Leste.

With regards to the worries expressed about the presence of the ISF in Matebian by a FRETILIN member of parliament, the Commander of the ISF, John Hutcheson, said that the ISF has communication difficulties, especially where there are hills, so it needs transmitters to improve transmission of communications.

“We sent some of our people to Matebian to set up transmitters to facilitate communication between Baucau and Viqueque, because there are no Timor Telecom transmitters placed there,” said Commander Hutcheson.


PR Ramos-Horta: “There’s only one army”

Answering the concerns of many people about the military uniforms used by Alfredo and his movement, President (PR) Jose Ramos-Horta said on his official visit to Quelicai sub-district, Baucau, that there is only one army in Timor-Leste: the Defence Forces of Timor-Leste (F-FDTL) under the leadership of Brigadier Taur Matan-Ruak, which is respected by the world.

“There is only one army in this country and it is based in Tasi Tolu, Metinaro and Baucau, led by Brigadier Taur Matan Ruak, with the Chief-of-Staff Lere Anan Timur and Deputy Chief-of-Staff Lieutenant Falur,” said the president on Tuesday (8/1) in Quelicai, Baucau. (DN)

‘Xanana is the author of crisis’: evidence needed

The Member of the National Parliament (NP) from CNRT, Eduardo Barreto, said that people should not accuse Xanana Gusmao of being the author of the crisis when there is no evidence; just claims made by Alfredo.

Mr. Barreto said that if Prime Minister Xanana is the author of the crisis, he should submit himself to justice.

“If there were no Xanana, then there would have been no independence for Timor-Leste. We do reject claims that Xanana is a liar. We, the resistance, will stand behind Xanana to defend everyone’s dignity,” said Mr. Barreto in the NP, Dili. (DN and TP)

Rogerio Lobato: needs 8 more months for medical treatment

Minister of Justice Lucia Lobato said that Rogerio Lobato will have eight more months for his medical treatment in Malaysia. (DN and TP)

Ramos-Horta: strong opposition important when executing the state budget

PR Jose Ramos-Horta said that Fretilin makes for a strong opposition in the NP with its fiscal policy experience, and this will help the Alliance government execute the state budget appropriately.

“Fretilin makes the Alliance government sweat, because its NP members have experience of fiscal policy and state budgets and that is important to the nation and democracy,” said PR Ramos-Horta in his official visit to Quelicai, Baucau. (DN)

MUNJ resignation from the Task Force: has impact on the process of dialogue

Adriano Nascimento, a member of the NP from the Democratic Party (PD), said that the resignation of the Youth Movement of National Unity (MUNJ) from the Task Force will effect the process of dialogue between the government, Alfredo Reinado and the petitioners.

“I think this resignation is very dangerous for the Task Force and the process of dialogue.

The current government may have good intentions, but if the problems are not solved then there will be instability in the country,” said Mr. Nascimento on Wednesday (9/1) in NP, Dili.

According to Mr. Nascimento, it is time for the younger generations to lead the nation, as the old leaders are no longer capable of solving the nation’s problems, as demonstrated by MUNJ’s withdrawal. (TP and DN)

PNTL Task Force reactivated: Dili in calm

The NP member from CNRT, Aderito Hugo, said that the reactivation of the PNTL Task Force has pleased people in Dili as they can now live more peacefully.

All people are proud of the Commander of the Task Force in Dili District for his leadership in providing security to people in Dili 24 hours a day.

“I offer my gratitude to Commander Pedro Belo for his leadership. He has made Dili peaceful” said Albertino in Dili Seaport. (DN)

AFP to provide 50 vehicles to the PNTL

PR Ramos-Horta said that the 50 vehicles which are used by the Australian Federal Police (AFP) in Timor-Leste will be handed over to the PNTL to facilitate its work.

PR Ramos-Horta said that on Sunday (6/1) he held a meeting with the Special Representative of the Secretary-General (SRSG) for Timor-Leste, Atul Khare, to ask that the vehicles of the AFP be transferred to the PNTL.

“On Sunday I had a meeting with SRSG Atul Khare to see how UNPol could help build the capacity of the PNTL, by methods such as transferring the 50 vehicles of the AFP to the PNTL,” said the president in his official visit to Baguia, Baucau, on Monday (7/1). (DN)

Alfredo’s lawyer: asking that the head of the Task Force be replaced

The lawyer of Alfredo Reinado, Benevides Correia Barros, is insisting that the government replace the Head of the Task Force for Alfredo’s case, Secretary State for Security Francisco Guterres, to move the process forward.

“I think he should be replaced to allow the process to move forward,” said Mr. Barros on Wednesday (9/1) in the Palacio da Cinzas-Caicoli, Dili.

According to Mr. Barros, the Head of the Task Force is the one who is impeding the process of solving the petitioners’ and Alfredo Reinado’s problem. (STL)

Alfredo’s case is on ASEAN’s agenda

The Minister for Foreign Affairs Zacarias Albano da Costa said that the problem of Alfredo Reinado is a stability concern of the South East Asian Nations.

“Every discussion that concerns stability will be of concern to AESAN, including the case of Alfredo Reinado, which is now on their agenda,” said Minister Albano on Tuesday (8/1) in the Government Palace, Dili. (STL)


UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA – Quinta-feira, 10 Janeiro 2008

"A UNMIT não assume nenhuma responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e o conteúdo deles não indicam apoio ou endosso pela UNMIT expresso ou implícito. A UNMIT não sera responsável por qualquer consequência que resulte da publicação de, ou pela confiança em tais artigos e traduções."

Relatos dos Media Nacionais

TVTL cobertura de notícias
Presidente (Pr) Ramos-Horta visita aos sub-distritos de Quelicai e Baguia em Baucau correu bem: A visita oficial do Presidente Ramos-Horta a Quelicai e Baguia ocorreu sem problemas de maior.

As pessoas nos sub-distritos deram as boas vindas ao presidente, que foi à parte leste do país explicar a sua decisão de formar o novo governo.

Polícia mantém três mulheres em detenção por venda de drogas: O Comandante-Geral Interino da PNTL, Afonso de Jesus, anunciou que as três mulheres da Indonésia que foram capturadas na fronteira quando traziam drogas ilegais para Timor-Leste estão ainda detidas.
O Comandante Afonso de Jesus disse que o caso das três detidas será investigado.

O Sr. de Jesus disse que a investigação tentará identificar o tipo de droga que trouxeram para Timor-Leste.

As drogas serão enviadas para análise para a Austrália.

RTL cobertura de notícias

Casas e plantações destruídas no sub-distrito de Zumalai, Covalima:
Quinze casas foram destruídas por chuvadas fortes e temporais na aldeia de Lepo, Zumalai, Covalima.
Felix Barros, o chefe da aldeia disse que a maioria das casas e muita da flora na aldeia ficaram destruídas pelo temporal.

O Director de HABURAS afirma que o clima em Timor-Leste está a sentir o efeito das alterações climáticas.
(apenas título)

ISF monta transmissores no Matebian: As Forças Internacionais de Segurança (ISF) têm andado a montar transmissores no Monte Matebian para facilitar as suas necessidades de comunicação em Timor-Leste.

Em relação às preocupações expressadas com a presença das ISF no Matebian por um deputado da FRETILIN no parlamento, o Comandante das ISF, John Hutcheson, disse que as ISF têm dificuldades de comunicação, especialmente onde há montes, por isso precisa de transmissores para melhorar a transmissão das comunicações.

“Enviámos alguns dos nossos homens para Matebian para montarem transmissores para facilitar a comunicação entre Baucau e Viqueque, porque não há transmissores da Timor Telecom lá colocados,” disse o Comandante Hutcheson.


PR Ramos-Horta: “Há só umas forças armadas”

Respondendo às preocupações de muita gente com os uniformes militares usados por Alfredo e pelo seu movimento, o Presidente (PR) José Ramos-Horta disse na sua visita oficial ao sub-distrito de Quelicai, Baucau, que há apenas umas forças armadas em Timor-Leste: as Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) sob a liderança do Brigadeiro Taur Matan-Ruak, que é respeitado pelo mundo.

“Há apenas umas forças armadas neste país e está baseada em Tasi Tolu, Metinaro e Baucau, liderada pelo Brigadeiro Taur Matan Ruak, com o Chefe do Estado-Maior Lere Anan Timur e o Vice-Chefe do Estado-Maior Tenente Falur,” disse o presidente na Terça-feira (8/1) em Quelicai, Baucau. (DN)

‘Xanana é o autor da crise’: é preciso evidência

O Membro do Parlamento Nacional (PN) do CNRT, Eduardo Barreto, disse que as pessoas não devem acusar Xanana Gusmão de ser o autor da crise quando não há nenhuma evidência; apenas afirmações feitas pelo Alfredo.

O Sr. Barreto disse que se o Primeiro-Ministro Xanana é o autor da crise, deve entregar-se ele próprio à justiça.

“Se não fosse Xanana, então não teria havido independência para Timor-Leste. Rejeitamos as afirmações de que o Xanana é um mentiroso. Nós, a resistência, estamos por detrás de Xanana para defender a dignidade de toda a gente,” disse o Sr. Barreto no PN, Dili. (DN e TP)

Rogério Lobato: precisa de mais 8 meses para tratamento médico

A Ministra da Justiça Lúcia Lobato disse que Rogério Lobato terá mais oito meses para tratamento médico na Malásia. (DN e TP)

Ramos-Horta: importante ter oposição forte quando se executar o orçamento do Estado

O PR José Ramos-Horta disse que a Fretilin faz uma oposição forte no PN com a sua experiência de política fiscal, e isso ajudará o governo da Aliança a executar o orçamento do Estado de modo adequado.

“A Fretilin faz o governo da Aliança suar, porque os seus deputados têm experiência de política fiscal e de orçamentos de Estado e isso é importante para a nação e para a democracia,” disse o PR Ramos-Horta na sua visita oficial a Quelicai, Baucau. (DN)

Resignação do MUNJ do Grupo de Trabalho: tem impacto no processo de diálogo

Adriano Nascimento, deputado do PD, disse que a resignação do Movimento Juvenil de Unidade Nacional (MUNJ) do Grupo de Trabalho afectará o processo de diálogo entre o governo, Alfredo Reinado e os peticionários.

“Penso que esta resignação é muito perigosa para o Grupo de Trabalho e para o processo de diálogo.

O corrente governo pode ter boas intenções, mas se os problemas não forem resolvidos haverá instabilidade no país,” disse o Sr. Nascimento na Quarta-feira (9/1) no PN, Dili.

De acordo com o Sr. Nascimento, é altura das gerações mais jovens liderarem a nação, visto que os líderes mais velhos já não são capazes de resolver os problemas da nação, conforme ficou provado com a retirada do MUNJ. (TP e DN)

Task Force da PNTL reactivada: Dili calma

O deputado do CNRT, Adérito Hugo, disse que a reactivação da Task Force da PNTL agradou às pessoas em Dili dado que agora se podem mover de modo mais pacífico.

Toda a gente está orgulhoso do Comandante da Task Force no Distrito de Dili pela sua liderança em dar segurança à população em Dili 24 horas por dia.

“Ofereço a minha gratidão ao Comandante Pedro Belo pela sua liderança. Ele tornou Dili pacífica” disseAlbertino no Porto de mar de Dili. (DN)

AFP vai entregar 50 veículos à PNTL

O PR Ramos-Horta disse que 50 veículos que são usados pela Polícia Federal Australiana (AFP) em Timor-Leste serão entregues à PNTL para facilitar o seu trabalho.

O PR Ramos-Horta disse que no Domingo (6/1) teve um encontro com o Representante Especial do Secretário-Geral (SRSG) em Timor-Leste, Atul Khare, para lhe pedir que os veículos da AFP sejam transferidos para a PNTL.

“No Domingo tive um encontro com o SRSG Atul Khare par aver como é que a UNPol pode ajudar a construir a capacidade da PNTL, por métodos como transferindo os 50 veículos da AFP para a PNTL,” disse o presidente na sua visita oficial a Baguia, Baucau, na Segunda-feira (7/1). (DN)

Advogado de Alfredo: pede que o responsável do Grupo de Trabalho seja substituído

O advogado de Alfredo Reinado, Benevides Correia Barros, anda a insistir que o governo substitua o responsável do Grupo de Trabalho para o caso de Alfredo, o Secretário de Estado para a Segurança Francisco Guterres, para avançar com o processo.

“Penso que ele deve ser substituído para permitir que o processo avance,” disse o Sr. Barros na Quarta-feira (9/1) no Palácio das Cinzas-Caicoli, Dili.

De acordo com o Sr. Barros, o responsável do Grupo de Trabalho é quem está a impedir a resolução do processo e os problemas dos peticionários e de Alfredo Reinado. (STL)

Caso de Alfredo na agenda da ASEAN

O Ministro dos Negócios Estrangeiros Zacarias Albano da Costa disse que o problema de Alfredo Reinado é uma preocupação de estabilidade das Nações do Sudeste Asiático.

“Em qualquer discussão acerca da estabilidade será uma preocupação para a AESAN, incluindo o caso de Alfredo Reinado, que está agora na agenda delas,” disse o Ministro Albano na Terça-feira (8/1) no Palácio do Governo, Dili. (STL)

UNMIT – MEDIA MONITORING - Wednesday, 9 January 2008

"UNMIT assumes no responsibility for the accuracy of the articles or for the accuracy of their translations. The selection of the articles and their content do not indicate support or endorsement by UNMIT express or implied whatsoever. UNMIT shall not be responsible for any conseque6nce resulting from the publication of, or from the reliance on, such articles and translations."

National Media Reports

TVTL news coverage

MUNJ resign from the Task Force: The Youth Movement of National Unity (MUNJ) resigned from the Task Force formed by the Alliance Government, because they were allegedly never involved in any decision-making about Alfredo Reinado and the petitioners’ problems.

The Technical Secretary of MUNJ, Lucas Soares, stated that MUNJ joined the Task Force as a permanent member to help solve Alfredo’s problem through dialogue.

Mr. Soares also said that MUNJ disagree with the statement of the leaders of the Task Force who said that Alfredo and the petitioners are to be handled as civilians for the moment, because the Task Force is working on the process of dialogue, and the issue of status can be decided after the dialogue is in place.

Local houses and hectares of plants in Railaco, Ermera district destroyed: More than one hundred hectares of corn and coffee plants, including 12 houses in Matata village, Railaco sub-district, have been destroyed by rainfall and storms.

Gil Lobato Pereira, the chief of the village, stated that corn and coffee plants, along with the houses, were destroyed by more than six hours of rain over the last week. Meanwhile, in Hatolia sub-district, thirty one houses were totally destroyed.

The Head of the Social Division of Ermera district, Mario Maia Exposto, said that the division is still awaiting the data concerning the natural disasters in the district. Once they have it, they will report it to the Ministry of Social Solidarity as part of a request for assistance.

Maukatar’s victims receive humanitarian assistance:
Fifteen heads of families in Kunai, Matai village, sub-district Maukatar, Covalima, received humanitarian assistance from the Ministry of Social Solidarity.

The Humanitarian Commission of the Ministry of Social Solidarity provided food, shelter and kitchen equipment to each head of family.

On Monday (7/1) the World Food Program (WFP) also distributed rice and beans to each of the heads of the families.

The fifteen heads went to the police station when two youth groups from Kunai and Matai village attacked each other and set fire to each others’ houses on Thursday (3/1).

Government to use media to disseminate information to the public on global warming: The government will use the media to disseminate information to the public about the impact and importance of climate change.

The community is still largely unaware of the impact of global warming and continues to devastate the forest.

The State Secretary for the Environment, Abilio Lima, said that the government will use all media outlets to promote community understanding about the importance and impact of climate change.


Fretilin backs Alfredo’s accusations against Xanana as the author of the crisis

Fretilin gave the strongest possible support to Reinado’s statement which accused Prime Minister (PM) Xanana Gusmão of being the author of the crisis.

The President of Fretilin, Francisco Guterres Lu-Olo, said that the video recording of Alfredo from December 2007 made the same analysis as FRETILIN, namely that Xanana Gusmão was the author of the military and political crisis of 2006.

Mr. Lu-Olo said that the recording is important for Fretilin, because in the video Major Alfredo clearly stated that he witnessed Xanana’s behaviour that led to the crisis.

“Major Alfredo just states what Fretilin has said before, namely that the author of 2006 crisis is Xanana Gusmão, it is really important,” said Mr. Lu-Olo in the Central Committee of Fretilin in a press conference on Tuesday (8/1) in Comoro, Dili. (TP and DN)

PM Xanana instructs Justice Ministry to see Rogerio Lobato

PM Xanana Gusmão has instructed the Minister of Justice Lucia Lobato to witness first-hand the condition of former Minister of Interior Rogerio Lobato, who is now under medical treatment in Malaysia.

Minister Lucia Lobato said she would represent the government and visit Mr. Rogerio in Malaysia, since it is important for people’s faith in the justice system that he completes his sentence.

Minister Lobato also said that she was informed by the Timorese Ambassador in Malaysia that Mr. Rogerio needs more time to complete his treatment - and the government will give more time to Mr. Rogerio for this reason. (TP)

Law needed to combat prostitution

The government needs a law to combat prostitution in Timor-Leste.

The Member of NP from the Democratic Party, Vital dos Santos, said that the government has the power to immediately create a law to regulate prostitution and avoid its negative impact upon society and future generations.

“To combat prostitution in Timor-leste, no law is needed since there is no nation in the world that makes it legal to be involved in this kind of profession. However, the reality shows that there is prostitution in the countries that are predominantly Christian, because it is a normal thing” said Mr. dos Santos. (TP and DN)

IDPs: asking the government to provide security for them to return home

The government has planned to help the IDPs return home, but IDPs are still insisting that the Government provide security in their communities.

“They need to ensure our security otherwise it will all take place again: stoning and killing each other,” said Jose Soares, Coordinator of IDPs in Cathedral Camp, Dili, on Tuesday (8/1).

Mr. Soares also said that IDPs fled to avoid violence and confrontation and do not want it to happen again.

The IDPs agree with the plan of the government, but need security assistance in the communities that they will be returning to. (DN)

Fretilin will not act like the previous opposition

The Member of NP from Fretilin, Ana Pessoa, said that Fretilin will not copy the previous opposition, but will say something is good if it is good, and something is bad if it is not, regardless of the fact that some might not like it this way. (TP)


UNMIT – Monitorização dos Media – Quarta-feira, 9 Janeiro 2008

"A UNMIT não assume nenhuma responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e o conteúdo deles não indicam apoio ou endosso pela UNMIT expresso ou implícito. A UNMIT não sera responsável por qualquer consequência que resulte da publicação de, ou pela confiança em tais artigos e traduções."

Relatos dos Media Nacionais

TVTL cobertura de notícias

MUNJ resigna do Grupo de Trabalho: O Movimento Juvenil de Unidade Nacional (MUNJ) resignou do Grupo de Trabalho formado pelo governo da aliança, porque alegadamente nunca foram envolvidos em nenhuma tomada de decisão acerca dos problemas de Alfredo Reinado e dos peticionários.

O Secretário Técnico do MUNJ, Lucas Soares, afirmou que o MUNJ se juntou ao Grupo de Trabalho como membro permanente para ajudar a resolver o problema do Alfredo através do diálogo.

O Sr. Soares disse ainda que o MUNJ discorda da declaração dos lideres do Grupo de Trabalho que dizia que Alfredo e os peticionários devem ser tratados nesta altura como civis, porque o Grupo de Trabalho está a trabalhar no processo de diálogo, e a questão do estatuto pode ser decidida depois de ocorrer o diálogo.

Destruídas habitações locais e hectares de plantaçõess em Railaco, distrito de Ermera: Mais de uma centena de hectares de plantação de milho e de café, incluindo 12 casas na aldeia de Matata, sub-distrito de Railaco, foram destruídas por chuvadas e temporais.

Gil Lobato Pereira, o chefe da aldeia, afirmou que as plantações do milho e do café, juntamente com as casas foram destruídas depois duma chuvada de mais de seis horas na semana passada. Entretanto, no sub-distrito de Hatolia, trinta e uma casas ficaram totalmente destruídas.

O responsável da Divisão Social do distrito de Ermera, Mario Maia Exposto, disse que a divisão ainda está à espera de informações sobre desastres naturais no distrito. Logo que a tenham remetê-la-ão pata o Ministério da Solidariedade Social para fazerem o pedido de assistência.

Vítimas de Maukatar recebem assistência humanitária:
Quinze chefes de família em Kunai, aldeia Matai, sub-distrito Maukatar, Covalima, receberam assistência humanitária do Ministério da Solidariedade Social.

A Comissão Humanitária do Ministério da Solidariedade Social deu alimentação, abrigo e equipamento de cozinha a cada chefe de família.

Na Segunda-feira (7/1) o Programa Mundial de Alimentação (WFP) distribuiu também arroz e feijão a cada chefe de família.

Os quinze chefes de família foram para a estação de polícia quando dois grupos de jovens de Kunai e aldeia Matai se atacaram uns aos outros e deitaram fogo às casas uns dos outros na Terça-feira (3/1).

Governo vai usar os media para disseminar informação ao público sobre aquecimento global:
O governo usará os media para disseminar informação ao público acerca do impacto e importância das mudanças climáticas.

A comunidade está ainda largamente ignorante do impacto do aquecimento global e continua a devastar a floresta.

O Secretário de Estado do Ambiente, Abilio Lima, disse que o governo usará todas as publicações dos media para promover a compreensão da comunidade acerca da importância e do impacto da mudança climática.


Fretilin suporta acusações de Alfredo contra Xanana de ser autor da crise

Fretilin deu o maior suporte possível à declaração de Reinado que acusava o Primeiro-Ministro (PM) Xanana Gusmão de ser o autor da crise.

O Presidente da Fretilin, Francisco Guterres Lu-Olo, disse que a gravação video de Alfredo de Dezembro de 2007 fez a mesma análise da FRETILIN, nomeadamente que Xanana Gusmão foi o autor da crise militar e política de 2006.

O Sr. Lu-Olo disse que a gravação é importante para a Fretilin, porque no video o Major Alfredo afirma claramente que ele testemunhou o comportamento de Xanana que levou à crise.

“O Major Alfredo apenas declara o que a Fretilin disse antes, nomeadamente que o autor da crise de 2006 é Xanana Gusmão, isso é realmente importante,” disse o Sr. Lu-Olo no Comité Central da Fretilin numa conferência de imprensa na Terça-feira (8/1) em Comoro, Dili. (TP e DN)

PM Xanana instrui Ministério da Justiça para ver Rogério Lobato

O PM Xanana Gusmão instruiu a Ministra da Justiça Lúcia Lobato para testemunhar em primeira mão a condição do antigo Ministro do Interior Rogério Lobato, que está sob tratamento médico na Malásia agora.

A Ministra Lúcia Lobato disse que em representação do governo irá visitar o Sr. Rogério na Malásia, dado que é importante para a fé das pessoas no sistema da justiça que ele complete a sua pena.
A Ministra Lobato disse ainda que foi informada pelo Embaixador Timorense na Malásia que o Sr. Rogério precisa de mais tempo para completar o tratamento – e que o governo dará mais tempo ao Sr. Rogério por esta razão. (TP)

Necessário lei para combater a prostituição

O governo precisa de uma lei para combater a prostituição em Timor-Leste.

O deputado do Partido Democrático, Vital dos Santos, disse que o governo tem o poder de criar imediatamente uma lei para regular a prostituição e evitar os seus impactos negativos sobre a sociedade e as gerações futuras.

“Para combater a prostituição em Timor-leste, não é preciso nenhuma lei dado que não há nenhuma nação no mundo que torne legal estar envolvido neste tipo de profissão. Contudo, a realidade mostra que há prostituição nos países que são predominantemente cristãos, porque é uma coisa normal” disse o Sr. dos Santos. (TP e DN)

Deslocados: pedem ao governo para dar segurança para regressarem a casa

O governo tem planeado ajudar os deslocados a regressarem a casa, mas os deslocados continuam a insistir que o Governo lhes dê segurança nas comunidades.

“Eles precisam de garantir a nossa segurança doutro modo tudo tornará a acontecer outra vez: apedrejamentos e mortes,” disse José Soares, Coordenador do campo de deslocados no Campo da Catedral, Dili, na Terça-feira (8/1).

O Sr. Soares disse também que os deslocados fugiram para evitar a violência e o confronto e não querem que isso torne a acontecer outra vez.

Os deslocados concordam com o plano do governo, mas precisam de assistência de segurança nas comunidades para onde vão voltar. (DN)

Fretilin não agirá como a oposição anterior

A deputada da Fretilin, Ana Pessoa, disse que a Fretilin não copiará a oposição anterior, mas se alguma coisa for boa dirá que é boa, e se algo não for mau, independentemente do facto de alguns poderem não gostar desta maneira. (TP)

Ex-Presidente indonésio Suharto à beira da morte

09.01.2008, Jorge Heitor

O estado do antigo Presidente indonésio Mohammed Suharto, na semana passada hospitalizado em Jacarta, voltou ontem a agravar-se, enquanto dezenas de médicos tentavam quase em vão evitar a paragem dos seus órgãos.

Um amigo da família contou à Reuters que os seis filhos e quase todos os genros, noras e netos se encontravam com ele, o que parecia um indício bem claro de que a morte estava próxima, conforme desde domingo se tem vindo a pensar.

"Estamos de prevenção", contou à imprensa a ministra da Saúde, Siti Fadilah Supari, que ontem à noite o visitou, no Hospital Pertamina, um dos principais da capital, onde se encontra a receber cuidados intensivos ao coração, aos pulmões e aos rins.

Todos os pormenores do estado clínico do antigo ditador estão a ser seguidos a par e passo pela classe política do mais populoso dos países muçulmanos do mundo. Sabe-se assim que mais fluidos se lhe infiltraram nos pulmões, que foi detectado sangue nas fezes e na urina e que a hemoglobina desceu.

Aquele a quem em tempos chamaram "o general sorridente" estava evidentemente a finar-se, dez anos depois de haver sido derrubado. Um impetuoso movimento a favor da democratização acabou com as três décadas durante as quais governara com mão de ferro e estivera na origem de muitas mortes: tanto na sequência da sua marcha para o poder, a partir de 1965, como devido à invasão e ocupação de Timor-Leste, a partir de Dezembro de 1975.

No dia 11 de Março de 1966, o Presidente Sukarno passara-lhe o poder supremo, tendo então instituído a Orde Baru (Ordem Nova). Esta passou pela ilegalização do Partido Comunista Indonésio (PKI), cuja influência crescente estava a preocupar os Estados Unidos e outras potências ocidentais.

O balanço da sua administração autoritária deverá vir a ser feito na altura em que lhe redigirem o obituário; mas, entretanto, muitas figuras da classe política e empresarial da Indonésia têm desfilado pelo hospital onde parece estar a passar os últimos dias. Num claro indício de que, apesar de tudo, ainda é uma figura influente e de que, para o bem ou para o mal, deixou um lugar na História do vasto arquipélago situado entre o Sueste Asiático e a Austrália.

O Presidente Susilo Bambang Yudhoyono, o vice-presidente Jusuf Kalla, governadores do Banco Central e ministros têm passado pelo hospital, com ofertas de flores.
Suharto foi o segundo Presidente da Indonésia e governou com mão de ferro, durante mais de três décadas.

Ramos-Horta diz que "GNR é modelo de referência para a polícia timorense"

O Público - Ramos-Horta diz que "GNR é modelo de referência para a polícia timorense"

2008-01-10 09:03:00

"Não se trata apenas de uma preferência pessoal, mas sim do desejo convicto dos timorenses com responsabilidades na área de segurança", declarou José Ramos-Horta.

O chefe de Estado timorense presidiu hoje à cerimónia de condecoração dos militares da GNR que estão há seis meses em Timor-Leste, que contou com a presença do ministro da Administração Interna português, Rui Pereira, em visita ao país.

A Guarda Nacional Republicana tem actualmente em Díli 142 militares, constituídos no Subagrupamento Bravo, uma das quatro forças autónomas de polícia (FPU) da Missão Integrada das Nações Unidas em Timor-Leste (UNMIT).

Ao todo, Portugal tem em Timor-Leste 192 elementos da GNR, PSP e SEF.

O Estado português gastou cerca de nove milhões de euros desde Junho de 2006 com as forças de segurança em missão em Timor-Leste, afirmou à Lusa um elemento da delegação do ministro da Administração Interna.

Cada militar português integrado numa FPU custa 4500 euros mensais, ou 5000 euros mensais no caso dos elementos deslocados no âmbito da cooperação bilateral, segundo a mesma fonte.

Isso representa um custo actual de cerca de 910 mil euros por mês.

Elogiando a missão da GNR em Timor-Leste, José Ramos-Horta sublinhou que os polícias timorenses "querem rever-se na estrutura hierarquizada dos seus colegas portugueses".

O chefe de Estado apresentou a GNR como uma força "assente na disciplina consentida, na prontidão ininterrupta para o serviço e num exigente grau de formação contínua".

São esses atributos que "resultam numa polícia altamente profissionalizada e operacionalmente eficaz", acrescentou José Ramos-Horta.

"Não queremos diversificar demais", explicou o Presidente da República à Lusa a propósito da opção timorense por um modelo português de formação da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL).

José Ramos-Horta salientou que a experiência de ter diferentes contribuições na formação básica da PNTL, como aconteceu no pós-independência no quadro das missões internacionais, provou não produzir bons resultados.

O Presidente da República sublinhou, ao mesmo tempo, que, a nível da formação especializada, Timor-Leste quer "envolver a Austrália, que ofereceu um grande pacote de ajuda de formação da PNTL".

"Queremos ver Portugal e a Austrália a cooperar trilateralmente" na formação das forças de segurança timorenses, declarou José Ramos-Horta à Lusa.

Na cerimónia de condecoração do Subagrupamento Bravo, o ministro da Administração Interna renovou a "disponibilidade de Portugal" para a cooperação na área de segurança.

Rui Pereira declarou à Lusa que, nas reuniões com o Presidente da República e com o primeiro-ministro, Xanana Gusmão, deu a conhecer a experiência portuguesa "desde meados dos anos 80".

O ministro português recordou os passos da "construção do sistema de segurança interna e do sistema de informações da República, porque essa experiência pode dar lições a um Estado jovem".

Rui Pereira aconselhou os líderes timorenses "a criar apenas uma polícia, com valências especializadas, e apenas um sistema de informações, com uma valência interna e outra externa".

"Para um Estado que está a começar a criar instituições, convém concentrar esforços e energias", afirmou o ministro português à Lusa.

Esses conselhos foram repetidos na reunião de trabalho que Rui Pereira teve hoje com o secretário de Estado da Segurança timorense, Francisco Guterres, convidado a visitar Portugal nos próximos meses.

Devem ter ficado exaustos...


IV Governo Constitucional


Reunião do Conselho de Ministros de 09 de Janeiro de 2008

O Conselho de Ministros reuniu-se esta Quarta-feira, 09 de Janeiro, 2008, na Sala de Reuniões do Conselho de Ministros, no Palácio do Governo, em Díli, e aprovou:

1- Resolução que aprova o Relatório Inicial da Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra as Mulheres (CEDAW).

A República Democrática de Timor Leste assinou e ratificou em 2002 a Convenção para a Eliminação de todas as Formas de Discriminação Contra as Mulheres (CEDAW), tendo, aquando da assinatura, assumido a responsabilidade de submeter ao Comité da CEDAW, nas Nações Unidas, o Relatório Inicial, a apresentar um ano após a sua ratificação pelo Parlamento e, de quatro em quatro anos, o Relatório Periódico.

O Relatório Inicial cobre o período desde a independência, a 20 de Maio de 2002, até 19 de Maio de 2006. Procura dar uma visão geral sobre o estatuto da mulher em Timor Leste e tem a finalidade de cumprir com as obrigações do Governo da República de Timor Leste para com a CEDAW.

O Conselho de Ministros , na reunião de hoje, aprovou o Relatório Inicial da Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra as Mulheres (CEDAW).

O Conselho de Ministros analisou ainda:

2- Projecto de Decreto-Lei que estabelece a Orgânica do Ministério da Administração Estatal e Ordenamento do Território.

A proposta de orgânica apresentada está em sintonia com o Programa e a Orgânica do IV Governo Constitucional de Timor Leste, na medida em que concentra nas atribuições do Ministério da Administração Estatal e do Ordenamento do Território as áreas da função pública, do poder local e do ordenamento do território.

Esta proposta de diploma pretende garantir uma gestão mais ágil que a da estrutura orgânica em vigor (aprovada pelo Decreto-Lei n.º 20/2006, de 22 de Novembro), que será revogada com a sua aprovação.

O Conselho de Ministros irá continuar a fazer a apreciação deste projecto na próxima reunião, com o fim de aprovação.

Portugal propõe Conselho de Ministros de Administração Interna da CPLP

Declarações de Rui Pereira em visita a Timor-Leste

09.01.2008 - 11h31 Lusa
Portugal pretende criar reuniões periódicas dos titulares da Administração Interna dos Estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), anunciou hoje em Díli, o ministro português Rui Pereira, em declarações à Agência Lusa.

"No ano em curso, tenciono aprofundar a cooperação entre os ministros da Administração Interna da Lusofonia", declarou Rui Pereira, que iniciou hoje uma visita de três dias a Timor-Leste.

A proposta portuguesa é "constituir à escala da Lusofonia algo que seja semelhante ao Conselho de Ministros da Administração Interna do espaço da União Europeia", explicou Rui Pereira.

"Isto servirá para desenvolver projectos de cooperação multilateral em matérias de Segurança e Protecção Civil", adiantou o ministro português.

A concretização da proposta passará por "reuniões anuais entre os ministros, a realização de um exercício de Segurança ou Protecção Civil anual e um seminário para tratar de problemas que se coloquem aos vários Estados da Lusofonia", acrescentou o ministro da Administração Interna.

Portugal e Timor-Leste integram a CPLP juntamente com Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Rui Pereira anunciou a proposta portuguesa no final de uma audiência com o primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão.

"Portugal mantém toda a disponibilidade para continuar a assegurar o contributo da GNR no quadro das Nações Unidas", afirmou Rui Pereira à saída do encontro com o chefe do Governo.

Rui Pereira reuniu-se, logo a seguir, com o Presidente da República, José Ramos-Horta, num encontro de trabalho com a equipa responsável pela Reforma do Sector de Segurança de Timor-Leste.

Timor-Leste: GNR garantida até final de 2008 - Rui Pereira

Quarta-feira, 9 de Jan de 2008

Díli, 09 Jan (Lusa) - A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai continuar em Timor-Leste "por certo até final de 2008", afirmou hoje em Díli o ministro da Administração Interna português, Rui Pereira.

No primeiro de três dias de visita a Timor-Leste, Rui Pereira garantiu ao primeiro-ministro, Xanana Gusmão, e ao Presidente da República, José Ramos-Horta, a "disponibilidade de Portugal (para) continuar a cooperar em todas as matérias que digam respeito à Administração Interna".

"Essas matérias envolvem a presença da GNR, que por certo vai continuar em Timor-Leste até final deste ano, no quadro das Nações Unidas", afirmou Rui Pereira no final d e uma audiência com José Ramos-Horta.

"Depois de 2008, faremos uma avaliação da necessidade e utilidade dessa continuidade no âmbito das Nações Unidas, mas é prematuro dizer ainda o que se passará", acrescentou o ministro português.

A GNR mantém em Timor-Leste 142 militares, tendo chegado a reforçar o contingente para um total de 220 militares durante o período eleitoral no primeiro semestre de 2007.
Os militares da GNR, constituídos no Subagrupamento Bravo, são uma das forças autónomas de polícia da missão internacional da ONU em Timor-Leste (UNMIT).

Rui Pereira, que participa quinta-feira numa cerimónia de condecoração dos militares da GNR em Díli, analisou com o Governo e a Presidência timorenses o reforço da missão do Subagrupamento Bravo em Timor-Leste.

"Timor-Leste pretende que a GNR e alguns elementos da PSP assegurem a formação básica da Polícia Nacional (de Timor-Leste, PNTL), em modelo semelhante ao que já acontece na formação das Forças Armadas", afirmou à Agência Lusa um elemento do grupo que trabalha na Reforma do Sector de Segurança timorense.

O grupo, que integra dois ex-ministros da Defesa e do Interior e oficiais das Falintil-Forças de Defesa de Timor-Leste, participou no encontro entre a delegação do MAI e José Ramos-Horta.

Os contornos do novo acordo de cooperação na área da segurança deverão ficar definidos durante a próxima visita a Portugal, a convite de Rui Pereira, do secretário de Estado timorense Francisco Guterres.

A GNR assegura actualmente a formação da Unidade de Intervenção Rápida (UIR) da PNTL.

"Sabemos que o Estado timorense está a enfrentar reformas relativas à Polícia e aos Serviços de Informações e que está a preparar uma unidade especial de polícia para a investigação criminal e também em matéria de protecção civil", explicou Rui Pereira à imprensa no final da audiência com José Ramos-Horta.

"Portugal manifestou disponibilidade para contribuir para essas reformas", explicou o ministro português.

"O senhor Presidente da República teve a gentileza de me transmitir a sua percepção sobre a situação de segurança em Timor-Leste", adiantou ainda Rui Pereira, recusando no entanto prestar qualquer informação a esse respeito.

Questionado sobre a percepção portuguesa, Rui Pereira respondeu que "Lisboa não tem que ter uma percepção sobre a situação interna de Timor".

"Não nos pronunciamos sobre assuntos internos de Timor", insistiu.

A agenda de Rui Pereira em Timor-Leste inclui uma visita à Escola Portuguesa de Díli e uma visita ao Cemitério de Santa Cruz, além de um encontro com elementos das forças de segurança portuguesas em serviço no país.



Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.