sexta-feira, maio 09, 2008

East Timor: Govt jeopardising country's rice reserves says analyst

Dili, 9 May (AKI) – The government's attempt to hold on to power is dangerously depleting the country’s reserve of rice and could lead to social disorder, claimed an analyst.

Loro Horta said prime minister Xanana Gusmao should immediately create a more effective food distribution system and change the way he is managing the emergency stock of rice.

Gusmao’s decision to distribute 35 kilogrammes of rice every month to the country's 3,700 military and police personnel and its 17,000 public servants, is a sign of “incompetence and irresponsibility,” Horta argued an analysis for the ‘International Relations and Security Network’ website.

East Timor, one of Asia's poorest nations, relies on imports to meet almost 60 percent of its rice needs.

Horta said the government's decision is “aimed at holding on to power” but is depleting the national rice emergency stock and “has increased the country's vulnerability to the volatility of international markets.”

To the list of the government mistakes, Loro Horta added the granting of rice import monopolies to well-connected people, “such as, in one instance, the wife of a government minister who now directs all rice imports into the country.”

The government said that it would draw on the two billion dollars deposited in an American bank to ensure there is enough rice for the the country's one million people. The so-called Oil Fund was created to save money for future generations of Timorese to prevent funds being squandered.

Rice prices have almost trebled this year in Asia. Countries including India, Vietnam, Indonesia and Brazil have restricted food exports in a bid to secure domestic supplies and limit inflation, but such moves have helped fuel price rises.

The price of rice has already risen dramatically in the former Portuguese colony. In February, a 35-kilogramme bag of rice was being sold in East Timor for 13 dollars. By April, the price had risen to 20 dollars.

“In the rural areas, high transport costs resulting from the country's dismal roads has led prices there to reach 27 dollars per 35-kilogramme bag of rice,” said Loro Horta.

East Timor's average annual rice consumption is between 90,000-100,000 tonnes, while the national rice stock currently stands at less than half the desired safety level of 8,000 tonnes and just enough to feed the country for a month.

Skirmishes broke out repeatedly among East Timorese during the acute rice shortages in 2007 in the capital Dili.

“There is no reason to think the same will not happen again,” Horta concluded.

He is a research associate fellow at the S Rajaratnam School of International Studies and the son of East Timor’s president Jose Ramos-Horta.


Timor-Leste: Governo põe em perigo reservas de arroz do país, diz analista

Dili, 9 Maio (AKI) – A tentativa do governo de se agarrar ao poder está a a empobrecer perigosamente as reservas de arroz do país e pode levar a desordem social, afirmou um analista.

Loro Horta disse que o primeiro-ministro Xanana Gusmão deve criar imediatamente um sistema de distribuição de alimentos mais eficaz e mudar a maneira como está a gerir o estoque de emergência de arroz.

A decisão de Gusmão de distribuir 35 quilogramas de arroz por mês aos 3,700 membros das forças militares e policiais e aos seus 17,000 funcionários públicos, é um sinal de “incompetência e irresponsabilidade,” argumentou Horta numa análise para o website ‘International Relations and Security Network’.

Timor-Leste, uma das mais pobres nações da Ásia, apoia-se nas importações para responder a quase 60 por cento das suas necessidades de arroz.

Horta disse que a decisão do governo tem “o objectivo de se agarrar ao poder” mas está a empobrecer o estoque nacional de emergência do arroz e “aumentou a vulnerabilidade do país à volatilidade dos mercados internacionais.”

Á lista dos erros do governo, Loro Horta acrescentou a doação do monopólio da importação do arroz a pessoas bem-conectadas, “tais como, por exemplo, à mulher dum ministro do governo que dirige agora todas as importações de arroz para o país.”

O governo disse disse que iria retirar os dois biliões de dólares depositados num banco Americano para assegurar que há arroz suficiente para o milhão de habitantes do país. O chamado Fundo do Petróleo foi criado para poupar dinheiro para as gerações futuras de Timorenses para prevenir que os fundos fossem desviados.

Os preços do arroz quase triplicaram este ano na Ásia. Países incluindo a Índia, Vietname, Indonésia e Brasil restringiram as exportações de alimentos numa tentativa de garantir o abastecimento doméstico e limitar a inflação, mas tais gestos ajudaram a alimentar a subida dos preços.

O preço do arroz já subiu dramaticamente na antiga colónia Portuguesa. Em Fevereiro, uma saca de 35 quilogramas de arroz estava a ser vendida em Timor-Leste por 13 dólares. Em Abril, o preço tinha subido para 20 dólares.

“Nas áreas rurais, os altos custos do transporte que resultam das estradas em mau estado elevaram os preços para 27 dólares por uma saca de 35 quilogramas de arroz,” disse Loro Horta.

O consumo médio anual de arroz em Timor-Leste é entre 90,000-100,000 toneladas, enquanto o estoque nacional de arroz está correntemente a menos de metade do nível de segurança desejável de 8,000 toneladas e o suficiente para apenas alimentar o país durante um mês.

Repetidamente rebentaram lutas entre os Timorenses durante a grave carência de arroz em 2007 na capital Dili.

“Não há nenhuma razão para pensar que isso não aconteça mais uma vez,” concluiu Horta.

É um investigador na S Rajaratnam Escola de Estudos Internacionais e filho do presidente de Timor-Leste José Ramos-Horta.

UNMIT Daily Media Review - 9 May 2008

(International news reports and extracts from national media. UNMIT does not vouch for the accuracy of these reports)

Paulo Martins to give statement in Court on moving weapons during 2006 crisis – Suara Timor Lorosa’e

Former General Commander of the National Police of Timor-Leste (PNTL) Paulo Martins (currently a CNRT MP in Parliament) said that he is ready to give a statement in Court on Fretilin’s accusation that PNTL weapons that moved from Dili to Liquiça and Aileu UPF Headquarters during the 2006 crisis.

“As the commander of PNTL, I can say that if moving weapons from Dili to Liquiça and Aileu UPF Headquarter is a criminal offence, I am ready to make a statement on that in Court.

At that time, everything went before the Minister of Interior. Moving weapons to Rai Los is a real crime. But moving weapons from a weapon store to another store is a different matter,” said Mr. Martins on Thursday (8/5).

Mr. Martins said that the weapons were moved to Liquica and Aileu UPF to avoid violence during the crisis as the security situation in Dili was fragile.

Ramos-Horta: coalition is not like going and out from a party – Suara Timor Lorosa’e

President José Ramos-Horta has asked parties who have made a coalition to act conscientiously and responsibly, and not enter into a coalition and then leave it [again and again].

“I do not know why Uncle Xavier stays away from AMP. Maybe there is a lack of dialogue. In the democracy there are coalitions and the members should be engaged in permanent dialogue,” said PR Horta after participating in the anniversary ceremony of the Red Cross on Thursday (8/5) in Dili.

According to PR Horta the problem of ASDT leaving the AMP has no impact on AMP's ability to rule the country.

“In a democracy it [coalition] is normal, but ASDT-Fretilin should be responsible.

Recently I see that AMP continues to work and has not rocked the nation's stability. Fretilin is an historical party and is committed to the nation's stability,” said PR Horta.

Separately, the Minister of Commerce and Tourism [former Secretary-General of ASDT] Gil da Costa said he was disheartened by the accusation of ASDT President Francisco Xavier that there is corruption in the ministry led by ASDT member.

“We have an internal inspector and all the projects done have been reported. If there is corruption, evidence should be presented to prove these allegations,” said Minister Gil.

Francisco Guterres: security and national stability are important subjects in Timor-Leste – Suara Timor Lorosa’e

At the opening ceremony of the training of National Civilian Security Guards (DNSEA) held in Matadouro on Thursday (8/5), the State Secretary for Security Francisco Guterres said that security and national stability have become the important subjects in this country, as the Government is trying hard to create better basic conditions for the country's institutions.

According to Mr. Guterres the objective of DNSEA, especially in the area of operations, is to provide security to protect government offices and State institutions. DNSEA needs training to strengthen its ability to effectively carry out its duties.

Ed: Need a special mechanism to control the market – Suara Timor Lorosa’e

The problem of lack of food and the high price of oil during the last two months is a global problem that is also facing other countries in the Asia Pacific region.

As the biggest rice-producing nation in the world, Thailand has failed to produce a big harvest due to climate change and global warming. Besides rice, other agricultural commodities have not increased in production.

Timor-Leste’s farmers who planted with corn are also facing bad crops this year. Most of the farms were destroyed by heavy rain fall.

In the oil sector, the high price of oil is impacting the price of food and construction materials. If the oil price goes up, then automatically the price of food or other goods increase.

If we do not pay serious attention to this issue, then people will always be shouting and blaming the Government because of hunger. This scenario may make the political situation unstable.

The Government should not be in quiet and calm or watching – or let the market be controlled by market forces. The Government has to anticipate developments or if needed, create a mechanism to control market prices to avoid price speculation.

The Government should also lower import taxes to help decrease the price of imported goods. Finally, since the time that PR Ramos Horta was in Darwin [for medical treatment], he said that he told the Government to allocate funds to buy rice for the hungry people in the country.

We all hope that this will happen to help the people.

Government has no money to solve the rice crisis – Timor Post

The rice crisis facing Timor-Leste is part of a global crisis which the Government of Alliance Majority in Parliament (AMP) has no possibility of solving as there are no funds in the 2008 annual budget allotted to deal with the problem.

“It is clear this is a serious problem for the people and is a global problem. We could not expect that this would happen. According to the 2008 annual budget, we have no available funds to use to intervene in such a problem,” said Adriano Nascimento, a PD member of MP of the National Parliament.

Mr. Nascimento said that in the coming annual budget the Government may use the state funds to buy rice in order to resell it to the community everywhere in the country in an effort to control the price of rice during the global crisis.

“The price of rice is higher due to international prices. We know that nations like Vietnam and Thailand who produce rice are also decreasing their rice exports to avoid hunger in their own countries,” said Mr. Nascimento on Wednesday (7/5) in the National Parliament, Dili.

Separately, the Minister of Commerce and Tourism Gil da Costa said that the Government is ready to intervene in the market price in the country to make it possible for poor people to buy rice.

“The Government has obligation to intervene in order to stabilize the price of food which is delivered by the government [through MSS],” said Minister Gil.

PR Horta: end the State of Siege in Ermera – Timor Post

President Jose Ramos-Horta on Thursday (8/5) ended the State of Siege in Ermera District based on an improved security situation in the country, especially in the district.

Prime Minister Xanana Gusmão was also informed that the president has ended the State of Siege in Ermera District.

“President is also telling us that he has ended the State of Siege in Ermera,” said PM Xanana on Thursday (8/5) after a high level meeting which focused on security, the high price of goods, IDPs, and the petitioners.

Xanana Gusmão: the government is committed to good governance – Diario Nacional

Prime Minister Xanana Gusmão said that the government is always committed to good governance in order to implement good programs. Xanana Gusmão said this during his speech to the Administrative Conference on Thursday (8/5) at the Office of the Foreign Ministry in Dili.

Xanana added it was previously announced in the past year that 2008 would be the Year of Administrative Reform, in order to improve the government’s accountability and strengthen public functions.

“When we hold this government, we are committed to establishing a good institutional system to carry out good governance,” said Prime Minister Xanana Gusmão.

Xanana said there is a need to establish an effective institutional system in order to achieve effective governance. He said his government would continue to develop the nation, the society, and democracy. He promised to protect democracy via strong and independent organs of government. He said he wanted to form a public function commission to give more power to the Cabinet’s Inspector-General so that it could become more independent, and form an Anti Corruption Commission.

“I can say that this government is brave to prioritize the establishment of strong and independent institutions,” he said.

PD MP says AMP suspects Fretilin of influencing ASDT – Diario Nacional

PD MP Vital dos Santos said that the AMP government suspected that the Fretilin party had influenced ASDT to agree to an accord and establish a strategic alliance.

“We all know that when we formed AMP, Fretilin approached other parties such as the PD party, but they (Fretilin) did not succeed. Fretilin again has approached another party with an objective of winning power,” said MP PD Vital dos Santos on Thursday (8/5) at the National parliament.



UNMIT Revista Diária dos Media - 9 Maio 2008


(Relatos de notícias internacionais e extractos de media nacionais. A UNMIT não garante a correcção destes relatos)

Paulo Martins vai prestar declarações no Tribunal sobre movimentação de armas durante a crise de 2006 – Suara Timor Lorosa’e

O antigo Comandante-Geral da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) Paulo Martins (correntemente deputado do CNRT no Parlamento) disse que está pronto para prestar declarações no Tribunal sobre a acusação da Fretilin de que mudou as armas da PNTL de Dili para as sedes da UPF de Liquiça e Aileu durante a crise de 2006.

“Como comandante da PNTL, posso dizer que se mudar as armas de Dili para a sede da UPF de Liquiça e Aileu é um crime, estou pronto para prestar declarações sobre isso no TribunaI.

Nessa altura, foi tudo ao Ministro do Interior. Mudar as armas para Rai Los é um crime real. Mas mudar as armas dum armazém de armas para outro armazém de armas é uma questão diferente,” disse o Sr. Martins na Quinta-feira (8/5).

O Sr. Martins disse que as armas foram mudadas para a UPF de Liquica e Aileu para evitar a violência durante a crise dado que a situação de segurança em Dili era frágil.

Ramos-Horta: coligação não é partidos entrarem e sairem – Suara Timor Lorosa’e

O Presidente José Ramos-Horta pediu aos partidos que fizeram uma coligação para actuarem com consciência e responsabilidade, e não entrarem numa coligação para saírem [uma vez e outra vez].

“Não sei porque é que o Tio Xavier está longe da AMP. Talvez haja uma falta de diálogo. Na democracia há coligações e os membros devem-se engajar em diálogo permanente,” disse o PR Horta depois de participar na cerimónia de aniversário da Cruz Vermelha na Quinta-feira (8/5) em Dili.

De acordo com o PR Horta o problema da ASDT sair da AMP não tem impacto na capacidade da AMP governar o país.

“Numa democracia isso [coligação] é normal, mas a ASDT-Fretilin deve ser responsável.

Recentemente vejo que a AMP continua a trabalhar e não desequilibrou a estabilidade da nação. A Fretilin é um partido histórico e está comprometida com a estabilidade da nação,” disse o PR Horta.

Em separado, o Ministro do Comércio e Turismo [antigo Secretário-Geral da ASDT] Gil da Costa disse que estava entristecido com a acusação do Presidente da ASDT Francisco Xavier que há corrupção no ministério liderado por um membro da ASDT.

“Temos um inspector interno e todos os projectos feitos foram reportados. Se houver corrupção deve ser apresentada evidência para provar essas alegações,” disse o Ministro Gil.

Francisco Guterres: segurança e estabilidade nacional são assuntos importantes para Timor-Leste – Suara Timor Lorosa’e

Na cerimónia de abertura da formação dos Guardas Nacionais de Segurança Civil (DNSEA) realizada no Matadouro na Quinta-feira (8/5), o Secretário de Estado para a Segurança Francisco Guterres disse que a segurança e a estabilidade nacional se tornaram assuntos importantes neste país, dado que o Governo está a tentar bastante criar melhores condições básicas para as instituições do país.

De acordo com o Sr. Guterres o objectivo da DNSEA, especialmente na área de operações, é providenciar segurança para proteger gabinetes do governo e instituições do Estado. A DNSEA precisa de formação para reforçar a sua capacidade para desempenhar as suas tarefas efectivamente.

Ed: Necessário um mecanismo especial para controlar o mercado – Suara Timor Lorosa’e

O problema da falta de alimentação e o preço alto do petróleo durante os dois últimos meses é um problema global que enfrentam também outros países na região da Ásia Pacífico.

Como maior produtora de arroz no mundo, a Tailândia não conseguir ter uma grande produção devido a alterações climáticas e ao aquecimento global. Além do arroz, outros bens agrícolas não tiveram aumentos de produção.

Os agricultores de Timor-Leste que plantaram milho estão também a enfrentar más produções este ano. A maioria das quintas foram destruídas por chuvadas pesadas.

No sector do petróleo, o alto preço do petróleo está a ter impactos nos preços dos alimentos e dos materiais de construção. Se o preço do petróleo subir, então aumentará automaticamente o preço da alimentação e de outros bens.

Se não prestarmos atenção séria a esta questão, então o povo estará sempre a gritar e a culpar o Governo por causa da fome. Este cenário pode tornar instável a situação política.

O Governo não deve ficar quieto e calmo ou a observar – ou deixar que as forças do mercado controlem o mercado. O Governo tem de antecipar os desenvolvimentos, ou se for necessário, criar um mecanismo para controlar os preços do mercado para evitar a especulação dos preços.

O Governo deve baixar também as taxas de importação para ajudar a baixar o preço dos bens importados. Finalmente, desde o tempo em que o PR Ramos Horta esteve em Darwin [para tratamento médico], ele contou que disse ao Governo para alocar fundos para comprar arroz para as pessoas com fome no país.

Esperamos todos que isto aconteça para ajudar o povo.

Governo não tem dinheiro para resolver a crise do arroz – Timor Post

A crise de arroz que Timor-Leste enfrenta é parte da crise global que o Governo da Aliança da Maioria no Parlamento (AMP) não tem possibilidade de resolver dado que não há fundos no orçamento anual de 2008 alocados para lidar com o problema.

“É claro que este é um problema sério para o povo e que é um problema global. Não podíamos esperar que isto acontecesse. De acordo com o orçamento anual de 2008, não temos fundos disponíveis para usar para intervir num tal problema,” disse Adriano Nascimento, deputado do PD no Parlamento Nacional.

O Sr. Nascimento disse que no próximo orçamento anual o Governo poderá usar os fundos do Estado para comprar arroz de modo a revender para a comunidade em todo o lado do país num esforço para controlar o preço do arroz durante a crise global.

“O preço do arroz subiu devido aos preços internacionais. Sabemos que nações como o Vietename e a Tailândia que produzem arroz estão também a diminuir as suas exportações de arroz para evitar a fome nos seus próprios países,” disse o Sr. Nascimento na Quarta-feira (7/5) no Parlamento Nacional, Dili.

Em separado, o Ministro do Comércio e Turismo Gil da Costa disse que o Governo está pronto para intervir no preço de mercado no país para tornar possível a todas as pessoas pobres comprarem arroz.

“O Governo tem a obrigação de intervir de modo a estabilizar o preço da alimentação que é distribuída pelo governo [através do MSS],” disse o Ministro Gil.

PR Horta: fim do Estado de Sítio em Ermera – Timor Post

O Presidente José Ramos-Horta na Quinta-feira (8/5) pôs fim ao Estado de Sítio no Distrito de Ermera baseado na melhoria da situação de segurança no país, especialmente no distrito.

O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão foi também informado que o presidente tinha acabado o Estado de Sítio no Distrito de Ermera.

“O Presidente está também a dizer-nos que pôs fim ao Estado de Sítio em Ermera,” disse o PM Xanana na Quinta-feira (8/5) depois de um encontro de alto nível que se focou na segurança, nos preços altos dos bens, nos deslocados e nos peticionários.

Xanana Gusmão: o governo está comprometido com a boa governação – Diario Nacional

O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão disse que o governo está sempre comprometido com a boa governação de modo a implementar bons programas. Xanana Gusmão disse isto durante o seu discurso à Conferência Administrativa na Quinta-feira (8/5) no Edifício dos Ministério dos Estrangeiros em Dili.

Xanana acrescentou que tinha anunciado previamente no ano passado que o ano de 2008 será o Ano da Reforma Administrativa, para melhorar a responsabilização do governo e reforçar a função pública.

“Quando formámos este governo, comprometemo-nos a estabelecer um bom sistema institucional para desenvolver boa governação,” disse o Primeiro-Ministro Xanana Gusmão.

Xanana disse que há necessidade de estabelecer um sistema institucional efectivo de modo a atingir . Disse que o seu governo continuará a desenvolver a nação, a sociedade e a democracia. Prometeu proteger a democracia e órgãos independentes do governo. Disse que queria formar uma comissão da função pública para dar mais poder ao Gabinete do Inspector-Geral para que possa tornar-se mais independente e formar uma Comissão Anti-Corrupção.

“Posso dizer que este governo é corajoso por ter dado prioridade ao estabelecimento de instituições fortes e ao estabelecimento de instituições fortes e independentes,” disse ele.

Deputado do PD diz que AMP suspeita que a Fretilin influenciou a ASDT – Diario Nacional

O deputado do PD Vital dos Santos disse que o governo da AMP suspeitou que a Fretilin influenciou a ASDT para concordar com um acordo e estabelecer uma aliança estratégica.

“Todos sabemos que quando formámos a AMP, a Fretilin abordou outros partidos como PD, mas eles (Fretilin) não tiveram sucesso. A Fretilin abordou outra vez outro partido com um objectivo de ganhar o poder,” disse o deputado do PD Vital dos Santos na Quinta-feira (8/5) no Parlamento Nacional.


Weekly Security Briefing 02 - 09 May, 2008


This is a broadcast of the UN Police in Timor-Leste to provide you with information about the security situation around the country.

The security situation across the country remains generally stable as IDPs from camps in Dili return to their homes after more than two years in temporary accommodations.

The IDP camp at the National Hospital closed this week. A total of 425 families have returned home or sought accommodation at the Becora Transitional shelter. It is the second camp to close in Dili in the past two weeks. The first was the Seminario Maior Fatumeta Camp and a total of 173 resident families returned to their homes.

The National Community Policing and Humanitarian Unit advises that out of 598 families who have left the camps, five security incidents have been reported. None resulted in serious injury.

There are a number of community-driven attempts to resolve tensions between returnees and existing residents including negotiations between community policing and Suco Chiefs. It is expected that President José Ramos-Horta will attend a conflict-resolution meeting to be held in Bairro Pite in mid-May.

A total of 8692 families have registered their intent to return to their communities. Each of the returning families will receive a recovery grant from the Ministry of Social Solidarity to help them rebuild or repair their home and each person, including children, will also receive 16 kg of rice. The next camp to be assisted to return will be Jardim, Sional and Hera Port

The states of siege or emergency were lifted in all districts, except Ermera, on April 21st.

Across the country, there has been a total of 39 security incidents and a total of 127 arrests. The remains of two bodies were discovered in Dili midweek near the airport. Police are investigating this case.

There have been no serious security incidents reported at Aitarak-laran where the Petitioners are being accommodated.


Please report any suspicious activities. You can call 112 or 7230365 to contact the police 24 hours a day, seven days a week.


Resumo Semanal de Segurança 02 - 09 Maio, 2008


Esta é uma emissão da Polícia da ONU em Timor-Leste para lhe dar informações acerca da situação da segurança pelo país.

A situação da segurança pelo país mantém-se no geral estável quando deslocados de campos em Dili regressam às suas casas depois de mais de dois anos em instalações temporárias.

Dechou esta semana o campo de deslocados no Hospital Nacional Hospital. Um total de 425 famílias regressaram a casa ou procuraram instalação no abrigo Transitório de Becora . É o segundo campo a fechar em Dili nas duas últimas semanas. O primeiro foi o Campo no Seminário Maior Fatumeta e um total de 173 famílias residentes voltaram para as suas casas.

A Unidade Nacional de Policiamento Comunitário avisa que de 598 famílias que deixaram os campos, foram relatados cinco incidentes de segurança. De nenhum resultou ferimentos graves.

Há várias tentativas conduzidas pela comunidade para resolver tensões entre retornados e residentes incluindo negociações entre o policiamento comunitário e chefes de Suco. É esperado que o Presidente José Ramos-Horta esteja presente num encontro de resolução de conflitos a realizar em Bairro Pite em meados de Maio.

Registaram-se um total de 8692 famílias com a intenção de regressar para as suas comunidades. Cada uma das famílias de regresso receberá uma doação de recuperação de regresso do Ministério da Solidariedade Social para os ajudar a reconstruir ou reparar as suas casas e cada pessoa, incluindo crianças, receberá também 16 kg de arroz. Os próximos campos a serem assistidos para regressar serão Jardim, Sional e Hera Port

Os estados de sítio ou emergência foram levantados em todos os distritos, excepto Ermera, em 21 de Abril.

Pelo país, houve um total de 39 incidentes de segurança e um total de 127 prisões. Foram descobertos os restos de dois corpos em meados da semana em Dili perto do aeroporto. A polícia está a investigar este caso.

Não houve incidentes graves de segurança relatados em Aitarak-laran onde estão instalados os peticionários.


Por favor relate actividades suspeitas. Pode ligar 112 ou 7230365 para contactar a polícia 24 horas por dia, sete dias por semana.

Australia announces $52m for East Timor

ABC News
Posted 8 hours 36 minutes ago

Australia has pledged $52 million in aid to East Timor.

Of the money, $24 million will go to help create short-term employment and training opportunities for young people and a further $28 million will go towards helping disadvantaged people access the justice system.

Parliamentary Secretary for International Development Assistance Bob McMullan made the announcement during a five-day visit to East Timor today.

He says many East Timorese have lost confidence in the legal system due to years of civil unrest.

"We are in the process of trying to help the justice system by helping the administration of the system and helping the poor people get access to justice, a bit like what we think of in Australia as legal aid," he said.

Mr McMullan says the unemployment rate for young men living in urban areas of East Timor is 43 per cent.

"It has potentially serious social and economic consequences, so generating employment for these young men and providing training so that they can take up these employment opportunities are two big long-term priorities," he said.


Austrália anuncia $52m para Timor-Leste

ABC News
Postado 8 horas 36 minutos atrás

Austrália prometeu $52 milhões em ajuda para Timor-Lestw.

Desse dinheiro, $24 milhões irão para ajudar a criar oportunidades emprego a curto prazo e de formação para os jovens e mais $28 milhões irão para ajudar pessoas desfavorecidas a terem acesso ao sistema de justiça.

O Secretário Parlamentar para Assistência ao Desenvolvimento Internacional Bob McMullan fez o anúncio hoje durante uma visita de cinco dias a Timor-Leste.

Diz que muitos Timorenses perderam a confiança no sistema legal devido a anos de desassossego civil.

"Estamos no processo de tentar ajudar o sistema da justiça ajudando a administração do sistema e ajudando as pessoas pobres a acederem à justiça, um pouco como pensamos nisso como ajuda legal na Austrália," disse.

O Sr McMullan diz que a taxa de desemprego para os jovens que vivem nas áreas urbanas de Timor-Leste é de 43 por cento.

"Isso tem potencialmente graves consequências sociais e económicas, por isso gerar empregos para esses jovens e dar-lhes formação para que possam ter oportunidades de emprego são duas prioridades a longo prazo," disse.

Educação: Sérvulo Correia dá hoje última aula na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Lisboa, 09 Mai (Lusa) -- O Professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa José Manuel Sérvulo Correia vai hoje ser homenageado no auditório daquela escola, onde dará a sua última aula, às 18:30 horas.

De acordo com o seu colega de Faculdade Marcelo Rebelo de Sousa, a cerimónia será presidida pelo reitor da Universidade de Lisboa, António Sampaio da Nóvoa.

José Manuel Sérvulo Correia, nascido em Angra do Heroísmo em Dezembro de 1937, pertence ao escritório de advogados Sérvulo & Associados.

Entre 1975 e 1976, foi secretário de Estado da Emigração no VI Governo Provisório, liderado por Pinheiro de Azevedo.

Sérvulo Correia foi militante e deputado pelo PSD, partido do qual foi secretário-geral em 1978 e que abandonou no ano seguinte, em conjunto com militantes como Magalhães Mota e Sousa Franco para fundar a Acção Social Democrata Independente (ASDI).

A ASDI concorreu às eleições legislativas de 1980, integrando a Frente Republicana e Socialista (FRS), em coligação com o PS e com a União da Esquerda para a Democracia Socialista (UEDS), obtendo 26,65 por cento dos votos.

Em declarações à agência Lusa, Marcelo Rebelo de Sousa salientou que Sérvulo Correia "defendeu os interesses de Timor-Leste, a convite do Governo português, no caso da disputa de petróleo entre Timor-Leste e a Austrália, numa acção que foi ganha no Tribunal Internacional de Justiça, em Haia".

"Tem um grande prestígio internacional, além do seu prestígio nacional", afirmou.


Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.